Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Depilação pubiana: saiba como fazê-la bem e com segurança 

12 Abril 2024

A depilação pubiana é totalmente estética. Talvez você a faça sem pensar, por motivos culturais. Mas você já se perguntou se ela é realmente necessária? (1) 

Os pelos pubianos nas mulheres são os pelos que crescem na área genital. Ele cobre o monte púbico e se estende até a região inguinal e perineal. É uma característica natural do corpo humano (2), portanto, antes de considerar a depilação pubiana parcial ou total, junte-se a nós para descobrir por que ela existe. Dessa forma, em sua próxima depilação, você tomará mais cuidado. 

Quais são as funções dos pelos? 

Se prosseguirmos com a depilação pubiana, devemos entender que estamos fazendo algo não natural. Afinal, somos mamíferos e as coberturas de pelos fazem parte de nossa espécie (2). Os pelos estão onde estão para cumprir algumas funções. As mais importantes são as seguintes: 

  • Barreira contra microrganismos. Os pelos em toda a pele são um elemento adicional de defesa contra agentes externos (3)
  • Regulação da temperatura. Nós mamíferos, temos vários mecanismos para mantermos a temperatura corporal estável. Isso garante que nossos corpos funcionem normalmente (4). A cobertura de pelos na pele é um desses mecanismos que contribui para o equilíbrio térmico. 
  • Proteção do equilíbrio vaginal. O ambiente criado pela presença de pelos pubianos contribui para a diversidade da flora vaginal. Em geral, as mulheres que depilam completamente a área sofrem alterações em sua microbiota (5)
  • Prevenção de irritação. Tanto a roupa íntima quanto a relação sexual geram atrito na área pubiana. Os pelos na área reduzem esse atrito (2)

Quais são os riscos da depilação pubiana

Você conhece as funções dos pelos, então é hora de entender os riscos da depilação total. Embora esses problemas não sejam graves, é importante estar ciente deles: 

  • Aumento da irritação: a remoção com lâmina de barbear, cera ou cremes pode causar inflamação e feridas abertas. Lembre-se de que a pele pubiana é muito sensível (2,6)
  • Pelos encravados: a depilação aumenta a presença de pelos que crescem dentro do folículo piloso. Esses pelos são dolorosos e propensos a infecções (7)
  • Aumento do risco de infecção: como a função protetora dos pelos é perdida, os microrganismos podem se proliferar mais facilmente na área pubiana (2,3)

Passo a passo para uma depilação segura 

Depilação-pubiana

A depilação pubiana é uma decisão pessoal e, em parte, cultural. O importante é que, se você decidir fazê-la, tome algumas precauções. Isso ajudará a proteger sua área íntima (1,8). Para minimizar os riscos, siga estas etapas (2.6)

  1. Apare os pelos pubianos com uma tesoura. 
  1. Aplique um creme depilatório ou gel hidratante na área pubiana. Você também pode usar água com sabão para a mesma finalidade. 
  1. Se você for usar lâminas, certifique-se de que estejam afiadas. Em seguida, corte na direção em que o pelo cresce. Se preferir usar a cera, siga exatamente as instruções do fabricante. 
  1. Para finalizar, aplique um hidratante. 

O ideal é não expor a área depilada ao sol nos primeiros dias. Além disso, use roupas íntimas de algodão, que são menos irritantes (6). Quanto ao método a laser, ele é feito somente por profissionais (2,9)

Quando a depilação pubiana não é recomendada? 

Há situações em que é prudente evitar a depilação completa da área íntima. Além da escolha pessoal, essas são circunstâncias em que a eliminação dos pelos pubianos não é aconselhável por motivos de saúde (2,6)

Em primeiro lugar, a depilação deve ser adiada quando houver problemas sérios de pele na região pubiana. Por exemplo, infecções ativas ou feridas abertas. Além disso, se estiver passando por um período de irritação com dermatite ou se tiver vaginite ou infecção fúngica (6).  

Outro momento em que se deve ter cuidado é nas duas semanas que antecedem a cirurgia ginecológica, pois é preferível não irritar a área pubiana ou causar pequenas feridas que possam ser infectadas posteriormente. De qualquer forma, será a equipe médica que lhe dará as indicações sobre a possibilidade de aparar ou não os pelos (2)

Concluindo, a depilação pubiana dependerá de sua escolha e de suas preferências. Não se sinta obrigada pela moda ou pela pressão cultural. E se você se depilar, não se esqueça de nossas recomendações para fazer isso com segurança. 

Referências Bibliográficas 

1. Craig LK, Gray PB. Pubic hair removal practices in cross-cultural perspective. Cross Cult Res [Internet]. 2019 [cited 2024 Feb 16];53(2):215–37. Available from: http://dx.doi.org/10.1177/1069397118799298 

2. Cummings HW. To Shave or Not to Shave: An Ob-Gyn’s Guide to Pubic Hair Care [Internet]. The American College of Obstetricians and Gynecologists. 2023 [cited 2024 Feb 16]. Available from: https://www.acog.org/womens-health/experts-and-stories/the-latest/to-shave-or-not-to-shave-an-ob-gyns-guide-to-pubic-hair-care 

3. Galbarczyk A, Marcinkowska UM, Klimek M, Jasienska G. Extreme pubic hair removal as a potential risk factor for recurrent urinary tract infections in women. Sci Rep [Internet]. 2023 [cited 2024 Feb 16];13(1). Available from: http://dx.doi.org/10.1038/s41598-023-46481-6 

4. Kim JY, Dao H. Physiology, Integument. StatPearls Publishing; 2023 [cited 2024 Feb 16]. Available from: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK554386/ 

5. Geynisman-Tan J, Kenton K, Tavathia M, Yee A, Gilbert JA, Collins S, et al. Bare versus hair: Do pubic hair grooming preferences dictate the urogenital microbiome? Female Pelvic Med Reconstr Surg [Internet]. 2021 [cited 2024 Feb 16];27(9):532–7. Available from: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/33181518/ 

6. Mezin-Sarbu E, Wohlrab J. Epilation and depilation in the genital area – motivation, methods, risks and recommendations from a dermatological point of view. J Dtsch Dermatol Ges [Internet]. 2023 [cited 2024 Feb 16];21(5):455–62. Available from: http://dx.doi.org/10.1111/ddg.14993 

7. National Health System. Ingrown hairs [Internet]. nhs.uk. 2023 [cited 2024 Feb 16]. Available from: https://www.nhs.uk/conditions/ingrown-hairs/ 

8. Enzlin P, Bollen K, Prekatsounaki S, Hidalgo L, Aerts L, Deprest J. “to shave or not to shave”: Pubic hair removal and its association with relational and sexual satisfaction in women and men. J Sex Med [Internet]. 2019 [cited 2024 Feb 16];16(7):954–62. Available from: https://academic.oup.com/jsm/article-abstract/16/7/954/6980603 

9. National Health System. Laser hair removal [Internet]. nhs.uk. 2023 [cited 2024 Feb 16]. Available from: https://www.nhs.uk/conditions/cosmetic-procedures/non-surgical-cosmetic-procedures/laser-hair-removal/ 

Achou esse artigo útil?
Compartilhe com seus amigos:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *