Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Sintomas da andropausa e 4 conselhos para aliviá-los

2 Janeiro 2023

A andropausa, também conhecida como menopausa masculina, se refere às mudanças a nível hormonal nos homens. Essas mudanças estão relacionadas com a idade. Os sintomas da andropausa podem interferir na vida cotidiana e o bem-estar dos homens; por isso, é importante identificá-los e saber como tratá-los (1). 

A andropausa ocorre devido à diminuição nos níveis de testosterona nos homens, geralmente, quando chegam aos 40 ou 50 anos. Diferente do que acontece com as mulheres na menopausa, nos homens os sintomas da andropausa não são tão palpáveis, já que a produção hormonal decai ao longo dos anos, lenta e gradualmente. Por isso, não é possível determinar uma duração exata (1,2,3) 

Além disso, há outros fatores que diminuem os níveis de testosterona, por exemplo, alguns medicamentos. Entre eles encontram-se os tranquilizantes, antidepressivos e anti-hipertensivos. Também, sã0 afetados por certos hábitos, tais como: a falta de sonho, inatividade física e uma alimentação pouco saudável (2,3,4). 

Quais são os sintomas da andropausa? 

Os sinais e sintomas começam a se manifestar enquanto os níveis de testosterona diminuem; no entanto, é importante dizer que nem todos os homens os experimentam. Dito isto, podemos enumerar os principais (1,2,3,4): 

  • Baixa energia. 
  • Mudanças no humor: irritabilidade, depressão ou tristeza profunda. 
  • Diminuição da motivação. 
  • Baixa confiança em si. 
  • Dificuldade para se concentrar e diminuição da capacidade de memória a curto prazo. 
  • Insônia ou dificuldade para dormir.  
  • Aumento da gordura no corpo. 
  • Redução da massa muscular e sensação de debilidade física. 
  • Ginecomastia, isto é, o aumento do peito em homens. 
  • Diminuição da densidade óssea: os ossos perdem minerais e tornam-se mais delicados. 
  • Disfunção erétil. 
  • Diminuição do desejo sexual e perda da fertilidade.  

 

Na menopausa, as mulheres frequentemente apresentam dor ao manter relações e dificuldade para chegar ao orgasmo feminino. Pela sua parte, durante a andropausa, as ereções podem durar menos tempo e perder força, o que pode chegar a afetar à saúde sexual (1). 

Além disso, alguns homens podem experimentar complicações ou outros sinais e sintomas. Entre eles estão a diminuição do tamanho dos testículos, a perda de pelo corporal e sufocos (1).

Qual é o tratamento para os sintomas da andropausa? 

Igual ao que acontece na menopausa, o principal tratamento para o alívio dos sinais e sintomas da andropausa é a terapia de reposição hormonal. Cabe esclarecer que deve ser um médico quem defina esse procedimento, depois de realizar uma análise de sangue, medindo os níveis de testosterona (3). 

A terapia tem como objetivo corrigir a deficiência hormonal mediante a reposição de testosterona. Isso pode ser através de comprimidos, adesivos, géis, implantes ou injeções (3). 

Recomendações para lidar com os sinais e sintomas da andropausa 

 

Síntomas de andropausia y consejos para aliviarlos

Existem algumas mudanças no estilo de vida que podem contribuir para aliviar os sintomas. A seguir, listamos algumas delas:

 

Incorporar uma dieta equilibrada  

A alimentação tem um impacto direto nos níveis hormonais do corpo, incluindo a testosterona. Levar uma dieta equilibrada, incluindo alimentos integrais, um equilíbrio de gorduras saudáveis, proteínas e carboidratos, contribui para regular os níveis de testosterona. Dessa forma é possível reduzir os sintomas da andropausa (1,2,5) 

 

Realizar atividade física de forma regular 

Fazer esporte de forma constante ajuda a aumentar os níveis de testosterona. Todos os tipos de exercício podem ajudar a aumentar a testosterona; no entanto, o treinamento de força e o HIIT são os mais efetivos. Aliás, a atividade física é uma das melhores formas de reduzir o risco de desenvolver algumas enfermidades associadas ao estilo de vida (1,6,7). 

 

Dormir as horas suficientes para diminuir os sintomas da andropausa 

Outra das recomendações essenciais para enfrentar essa etapa e reduzir os sintomas é dormir bem a noite. O sono é tão importante para a saúde como a alimentação e a atividade física. Diversos estudos demonstram que quando se dorme entre 7 e 9 horas diárias de alta qualidade, os níveis de testosterona se mantém saudáveis (3,6) 

 

Aprender a controlar os níveis de estresse e ansiedade 

Por último, é recomendável procurar estar relaxado e diminuir os níveis de estresse e ansiedade. O incremento do estresse faz com que os níveis de testosterona diminuam proporcionalmente. Em outras palavras, se os níveis de estresse descem, a testosterona sobe. Aqui, é recomendável praticar meditação guiada, técnicas de respiração e dedicar tempo às coisas que a gente aprecia mais, para manter os níveis de estresse e a ansiedade baixos (3,6,8,). 

Se você está experimentando os sintomas da andropausa, evite a automedicação, consulte o seu médico e fale com ele sobre os sinais, desafios e possíveis tratamentos. Só ele pode lhe orientar sobre o que é melhor para você.

 

Referências Bibliográficas 

  1. Krans B. What is male menopause. Healthline. 2018 [acessado em 10 de outubro de 2022]. Disponível em: https://www.healthline.com/health/menopause/male 
  2. Mayo Clinic Staff. Male menopause: Myth or reality? [Internet]. Mayo Clinic; 2022 [acessado em 10 de outubro de 2022]. Disponível em: https://www.mayoclinic.org/healthy-lifestyle/mens-health/in-depth/male-menopause/art-20048056 
  3. NHS. The ‘male menopause’. National Health Service. [acessado em 10 de outubro de 2022]. Disponível em: https://www.nhs.uk/conditions/male-menopause  
  4. HCH. What is male menopause? (Andropause). Henry County Hospital. 2020 [acessado em 10 de outubro de 2022]. Disponível em: https://www.henrycountyhospital.org/news-events/news/2020/may/what-is-male-menopause-andropause-/ 
  5. NHS. Eating a balanced diet [Internet]. 2022 [acessado em 14 de outubro de 2022]. Disponível em: https://www.nhs.uk/live-well/eat-well/how-to-eat-a-balanced-diet/eating-a-balanced-diet/  
  6. Mawer R. 8 Proven Ways to Increase Testosterone Levels Naturally [Internet]. Healthline; 2022 [acessado em 10 de outubro de 2022]. Disponível em: https://www.healthline.com/nutrition/8-ways-to-boost-testosterone 
  7. NHS. Benefits of exercise [Internet]. 2021 [acessado em 14 de outubro de 2022]. Disponível em: https://www.nhs.uk/live-well/exercise/exercise-health-benefits/  
  8. NHS. Stress [Internet]. 2019 [acessado em 14 de outubro de 2022]. Disponível em: https://www.nhs.uk/mental-health/feelings-symptoms-behaviours/feelings-and-symptoms/stress/ 

Achou esse artigo útil?
Compartilhe com seus amigos:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *