Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Teste de Papanicolau: que doenças ele pode identificar? 

24 Abril 2023

Alguns testes médicos devem ser realizados regularmente para mantermos o controle de nossa condição de saúde. Um deles, talvez o mais importante para as mulheres, é o Teste de Papanicolau. Queremos mostrar-lhe o que é, a importância que ele tem e revelar alguns mitos a respeito. 

O que é um Teste de Papanicolau

O Dr. George Papanicolau é o criador do teste, por isso o teste possui esse nome. Mas o mesmo também é conhecido como exame ou citologia cervical. Seu objetivo é verificar o estado do colo uterino. Desta forma, ele pode identificar mudanças sugestivas de infecção que podem se desenvolver em câncer. (1,2) 

Como é realizado um teste cervical? 

O Teste de Papanicolau é um exame rápido, de aproximadamente 10 minutos, que precisa ser realizado em um consultório médico. Para fazer isto: (1,3) 

  • Você deve se despir da cintura para baixo. 
  • Deve deitar-se sobre a mesa de exame e colocar cada pé sobre o apoio para os pés que encontra-se no final da mesa. 
  • O ginecologista ou enfermeira irá inserir um espéculo em sua vagina. Este instrumento vai ajudar a visualizar o colo do útero. 
  • Com uma escova pequena e macia, o ginecologista ou enfermeira raspará o colo uterino para obter algumas células. Isto é feito suavemente, de modo que você sentirá apenas um leve desconforto durante o procedimento. 
  • As células retiradas no exame são colocadas em um recipiente de vidro e enviadas para o laboratório. 

Recomendações prévias ao Teste de Papanicolau 

Siga estas dicas antes de cada Papanicolau, para evitar que os resultados sejam alterados por algum desses motivos: (2,3) 

  • Não tenha relações sexuais de penetração. 
  • Evite fazer duchas vaginais. 
  • Não use tampões. 
  • Fazer xixi antes do procedimento, para que seja mais confortável. 
  • Não agende este teste se você estiver menstruando. Se você não estiver mais menstruando, pode fazer o teste a qualquer momento. 

Além disso, deve informar ao seu médico se você teve um diagnóstico prévio de HPV (Vírus do Papiloma Humano), suspeita de vaginite, tem dor pélvica ou sente um odor vaginal, e também no caso de achar que pode estar grávida ou se fez uma histerectomia. 

Quando é recomendado? 

Recomenda-se que toda mulher faça o exame cervical a partir dos 25 anos. A frequência recomendada é: (4) 

  • A cada 3 anos, de 25 a 49 anos. 
  • Depois, a cada 5 anos, de 50 a 64 anos. 
  • Após os 65 anos, só se deve repetir se algum dos 3 últimos testes teve resultados alterados. 

Pode ser necessário repetir com mais frequência se os resultados forem anormais, se houver suspeita de doenças sexualmente transmissíveis, infecções vaginais, ou se houver sangramento vaginal anormal. (2,4) 

Este procedimento é opcional, mas é importante notar que é fundamental para prevenir o desenvolvimento do câncer do colo do útero. Lembre-se que ele progride lentamente e, se for detectado precocemente, existe uma chance muito alta de ser tratado com sucesso. (2) 

Vaginal-cytology

Como interpretar os resultados? 

É importante que os resultados do exame cervical sejam lidos pelo especialista, pois podem conter linguagem técnica. No entanto, os resultados possíveis são: (5) 

  • Teste de Papanicolau normal. 
  • HPV encontrado, mas sem células anormais. Você pode ser avisada para repetir o teste a cada ano durante 3 anos. 
  • HPV encontrado com células anormais. Você pode ser orientada a fazer uma colposcopia ou biópsia cervical. 

Que doenças são detectadas por um Teste de Papanicolau

Ele pode detectar a presença de HPV e alterações nas células cervicais que podem se desenvolver em câncer (1,5). Entretanto, também pode identificar outras infecções sexualmente transmissíveis, infecções vaginais ou infecções por fungos (2)

Mitos e fatos comuns sobre o teste 

Finalmente, vejamos alguns mitos comuns e verdades sobre o teste: (1,2,3,4,5) 

  • Avalia o sistema reprodutivo feminino. Com o Teste de Papanicolau somente o colo uterino é avaliado, para ver outros órgãos femininos pode ser necessário fazer um ultrassom pélvico, tomografias, radiografias, entre outros. 
  • Isso causa muita dor. No geral, é um exame desconfortável, mas não doloroso; a dor pode indicar uma infecção ou outro problema. 
  • Não pode ser realizado em mulheres virgens. Os especialistas recomendam fazer um exame cervical, mesmo que a mulher não tenha tido relações sexuais. 
  • Provoca sangramento. É possível experimentar um leve sangramento após o teste. 
  • Você deve fazê-lo para toda a vida. As mulheres com mais de 65 anos só devem fazer se algum de seus últimos 3 testes for anormal. 
  • As mulheres que tiveram uma histerectomia total não deveriam ter o teste. Em uma histerectomia total, o útero e o colo uterino são removidos do corpo, de modo que este teste não é mais necessário. 
  •  A curetagem uterina e o Teste de Papanicolau são dois procedimentos ginecológicos com propósitos diferentes. 
  • Ele pode ajudar a detectar infecções vaginais, mas não o vaginismo

O Teste de Papanicolau é um exame simples e rápido que pode ajudar a prevenir o câncer cervical. Embora seja recomendado que todas as mulheres sejam submetidas a este teste a cada 3 a 5 anos, ele é totalmente eletivo.

Referências bibliográficas 

  1. National Health System – NHS. What is cervical screening? [Internet]. 2020 [consultado no dia 30 de janeiro de 2023]. Disponível em: https://www.nhs.uk/conditions/cervical-screening/ 
  1. MedlinePlus. Pap test. [Internet]. 2022. [consultado no dia 30 de janeiro 2023]. Disponível em: https://medlineplus.gov/ency/article/003911.htm 
  1. National Health System – NHS. NHS cervical screening helping you decide. [Internet]. 2015 [consultado no dia 30 de janeiro de 2023]. Disponível em: https://www.unidocs.co.uk/docs/cx/decide/english.pdf 
  1. National Health System – NHS. When you will be invited. [Internet]. 2020 [consultado no dia 30 de janeiro de 2023]. Disponível em: https://www.nhs.uk/conditions/cervical-screening/when-youll-be-invited/ 
  1. National Health System – NHS. Your results [Internet]. 2020 [consultado no dia 30 de janeiro de 2023]. Disponível em: https://www.nhs.uk/conditions/cervical-screening/your-results/ 

Achou esse artigo útil?
Compartilhe com seus amigos:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *