Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Baixa autoestima: seus sinais e como melhorá-la na menopausa 

17 Julho 2023

É comum ter momentos em que tanto a autoestima quanto a confiança estão diminuídas. Entretanto, é importante observar que a baixa autoestima pode levar a problemas de saúde mental e afetar nosso bem-estar diário (1). 

O que é a baixa autoestima

A autoestima é a opinião e a percepção que cada pessoa tem de si mesma. Portanto, a baixa autoestima refere-se a uma opinião ruim que alguém pode ter de si (1). 

A autoestima negativa pode levá-la a pensar mal de si, a se criticar duramente e a não ter confiança em suas habilidades (2, 3). 

Quais são as causas da baixa autoestima

A baixa ou alta autoestima é o resultado de muitos fatores, que podem variar de pessoa para pessoa. Muitos dos fatores que podem contribuir para a baixa autoestima são (1, 2, 4): 

  • Experiências negativas de abuso ou maus-tratos na infância. 
  • Ser vítima de preconceito, discriminação ou estigma. 
  • Perder um emprego ou ter problemas financeiros.  
  • Problemas de saúde física.  
  • Problemas de relacionamento, separação ou divórcio.  
  • Preocupações com a aparência e a imagem corporal.  
  • Alterações hormonais durante a menopausa. 

Como posso saber se tenho baixa autoestima

Você pode estar sofrendo de autoestima reduzida se (5, 6): 

  • Você fica de mau-humor a maioria do tempo. 
  • Você se sente triste, deprimido, ansioso, constrangido, irritado ou sem valor. 
  • Você evita situações sociais e tem dificuldade para estabelecer ou manter relacionamentos interpessoais.  
  • Você acha que os outros são melhores do que você.  
  • Você se compara negativamente com os outros. 
  • Você acha difícil aceitar elogios; na verdade, você acha que eles não são verdadeiros. 
  • Você descuida de suas necessidades emocionais e físicas, como saúde bucal, boa alimentação e sono suficiente. 
  • Você coloca as necessidades dos outros acima das suas próprias. 
  • Você tem baixas expectativas na vida e evita fazer coisas por medo de fracassar. 
  • Não confia em suas habilidades e se critica constantemente.  
  • Você se culpa quando as coisas dão errado. 

Dicas para melhorar a baixa autoestima na menopausa 

Low-self-esteem

Aqui estão algumas técnicas simples que podem ajudá-la a se sentir melhor consigo mesma e a aumentar sua autoestima. 

Construir relações positivas 

Concentre-se em passar o tempo com pessoas positivas, encorajadoras e solidárias. As relações sociais têm um grande impacto em nosso humor. Portanto, se você passar tempo com pessoas negativas, elas farão com que você se sinta triste. Nesse caso, tente passar menos tempo com elas ou expressar como se sente em relação às palavras delas (1, 2). 

Desafie-se  

Outra maneira de trabalhar sua baixa autoestima é tentar estabelecer uma meta ou desafiar a si. Dessa forma, você se sentirá capaz e começará a recuperar a confiança. Tente fazer algo realista e factível, como entrar em uma aula de dança, experimentar um novo passatempo ou fazer exercícios por um mês para ter uma vida saudável (1, 2). 

Seja gentil consigo mesma 

Ser gentil consigo mesma significa tratar-se com compaixão e cuidado, especialmente nos momentos em que você se critica. Para começar a fazer isso, pense no que você diria a um familiar em uma situação semelhante à sua. Você seria tão dura quanto é consigo mesma ou seria gentil? Isso também a ajudará a interromper o diálogo interno negativo e mudá-lo para um mais positivo (1, 2). 

Cuide de você 

Ter uma rotina de autocuidado é importante para se sentir bem e aumentar sua autoestima. Isso significa ter um bom descanso e uma dieta balanceada, ser fisicamente ativa, passar tempo ao ar livre e meditar (2). 

Reconhecer suas qualidades 

Todos temos nossos talentos e somos bons em alguma coisa, seja cozinhar, cantar, escrever, ouvir os outros ou montar quebra-cabeças. Portanto, reconheça as coisas nas quais você se destaca, comemore seus sucessos e aceite os elogios que as outras pessoas lhe fazem. Fazer isso pode ser difícil e até causar desconforto, mas você deve tentar reconhecer todas as coisas boas que tem. Para facilitar, tente fazer uma lista de todas as coisas que você gosta em si e nas quais é boa. Em seguida, coloque-a em um local visível e leia-a todos os dias, especialmente quando se sentir mal (1, 2). 

Lembre-se de que aumentar sua autoestima não é nada que possa ser alcançado muito rapidamente. É preciso algum tempo e esforço. Entretanto, com o tempo, você aprenderá a se ver e a se valorizar mais por quem você é. 

Referências bibliográficas 

  1. NHS. Raising low self-esteem [Internet]. London, England: National Health Service; 2023 [consultado em 10 de junho de 2023]. Disponível em: https://www.nhs.uk/mental-health/self-help/tips-and-support/raise-low-self-esteem/  
  1. Mind. Self-esteem [Internet]. London, England: Mind; 2022 [consultado em 10 de junho de 2023]. Disponível em: https://www.mind.org.uk/information-support/types-of-mental-health-problems/self-esteem/about-self-esteem/  
  1. Cherry, K. 11 signs of low self-esteem [Internet]. New York, United States: Verywell mind; 2023 [consultado em 10 de junho de 2023]. Disponível em: https://www.verywellmind.com/signs-of-low-self-esteem-5185978  
  1. NHS Inform. Menopause and your mental wellbeing [Internet]. Edinburgh, Scotland: National Health Information Service; 2022 [consultado em 10 de junho de 2023]. Disponível em: https://www.nhsinform.scot/healthy-living/womens-health/later-years-around-50-years-and-over/menopause-and-post-menopause-health/menopause-and-your-mental-wellbeing  
  1. Milne L. What is low self-esteem and how can I boost it? [Internet]. Surrey, England: Counselling Directory; 2023 [consultado em 10 de junho de 2023]. Disponível em: https://www.counselling-directory.org.uk/memberarticles/characteristics-of-low-self-esteem  
  1. Health Direct. Self-esteem and mental health [Internet]. Victoria, Australia: Health Direct; 2021 [consultado em 10 de junho de 2023]. Disponível em: https://www.healthdirect.gov.au/self-esteem#signs  

Achou esse artigo útil?
Compartilhe com seus amigos:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *