Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Dor pélvica e menopausa: tudo o que você precisa saber

23 Maio 2022

A dor pélvica é uma condição que geralmente acontece na parte inferior do abdômen. Esta dor nem sempre é constante; ela pode ir e vir em momentos diferentes. Sua intensidade também varia; pode ser experimentada como um leve desconforto na área pélvica ou, inversamente, pode ser uma dor intensa e alucinante. Se for desse jeito, ela pode interferir nas atividades diárias (MayoClinic, 2019a).

Ela tem origem nos órgãos pélvicos, que incluem a pélvis, útero, vagina, reto e ânus (MayoClinic, 2019a). Esta dor é sentida, principalmente, na área abaixo do umbigo, que inclui a parte inferior do estômago, as costas, nádegas e a área genital (NIH, 2015).

Enquanto a dor pélvica é comum durante a menstruação, na menopausa e pós-menopausa ela não é normal, porque não é mais uma fase reprodutiva. Por isso, ela pode ser um sintoma de que algo está errado com seu corpo (MayoClinic, 2019a). Se este for o seu caso, aqui vamos lhe dizer o que fazer para evitá-la.

Quando consultar um médico?

É importante ter sempre em mente que, se você está passando pela menopausa e sente dor pélvica, não deve ignorá-la. Idealmente, você deveria consultar seu médico imediatamente para um diagnóstico e tratamento precoce.

Sinais de advertência

No caso das mulheres com dor pélvica, a presença dos seguintes sintomas é um sinal de alerta (Barad, 2020):

  • Enjoo.
  • Súbita perda de consciência, mesmo que seja breve.
  • Desmaio.
  • Choque psíquico repentino.
  • Sangramento vaginal após a menopausa.
  • Febre ou calafrios.
  • Sensação repentina e crônica de dor.
  • Náuseas ou vômitos.
  • Transpiração excessiva.
  • Se sentir agitada sem nenhum motivo.
  • Se você tiver um ou mais destes sintomas, deve procurar imediatamente atendimento médico.

O que você pode fazer para evitar a dor pélvica?

Mantenha-se ativa

Pode ser difícil de fazer, mas a atividade física aumenta o fluxo sanguíneo e as substâncias químicas (conhecidas como endorfinas) que fazem você se sentir bem. Estes hormônios são os analgésicos naturais do corpo, e apenas 30 minutos de atividade física por dia podem ajudar a prevenir doenças de dor pélvica (Johnson, 2021).

Mudança de hábitos

A mudança de um hábito também pode ajudar a controlar e prevenir a dor. Por exemplo, se você fuma, você deve parar de fumar. A nicotina pode fazer seus nervos incharem e causar dor. Se você estiver acima do peso, a perda de alguns quilos pode reduzir a pressão sobre os nervos e, portanto, ajudar a aliviar a dor (Johnson, 2021; Barad, 2020).

Tome suplementos

A dor pélvica está frequentemente relacionada a quantidades inferiores ao normal de vitaminas e minerais. Por exemplo, as deficiências em vitaminas D, E e magnésio podem ajudar a desenvolver condições que causam dor. Além disso, tomar suplementos naturais como alcaçuz, o dong quai (ginseng feminino) e óleo de onagra, pode ajudar a prevenir inflamações e, portanto, condições que causem essa dor.

Entretanto, é importante consultar seu médico antes de decidir sobre estas opções (Johnson, 2021; Barad, 2020).

Relaxe

A prática de meditação, ioga e técnicas de respiração podem ajudar a prevenir a dor pélvica. Estas técnicas, especialmente a ioga, podem ajudar a evitar o desenvolvimento de doenças causadoras da dor. Além disso, eles podem reduzir o estresse, aumentar sua sensação de bem-estar e ajudá-la a dormir melhor (Cronkleton, 2021).

Cuide da sua alimentação

O que você come pode influenciar no desenvolvimento de doenças que causam dor pélvica. Por exemplo, incluir mais fibra em sua dieta pode ser benéfico. Além disso, os alimentos ricos em ácidos graxos (como o ômega-3, encontrado no salmão e em sementes de chia) e antioxidantes (encontrados em frutas como morangos, laranjas, limão, melão e ameixa; e vegetais de folhas verdes como espinafre e brócolis) podem ser muito benéficos.

Pelo contrário, você deve evitar comer uma dieta rica em gorduras trans e a ingestão de carne vermelha ou glúten (Olsen, 2020).

Consulte seu médico regularmente

Algumas condições crônicas, como a artrite, podem causar o desenvolvimento de dores pélvicas. Portanto, ver seu médico de família regularmente pode ser a melhor maneira de prevenir e identificar doenças e condições de maneira precoce (Seladi-Schulman, 2020).

A dor pélvica na menopausa pode ser o resultado de uma condição com uma ampla gama de causas. Não hesite em consultar seu médico caso sinta este tipo de dor, especialmente se ela acontece regularmente e durante o ato sexual. Com certeza, é provável que possam fazer testes para descobrir a causa e tratá-la adequadamente.

Referências bibliográficas

Barad, D. (2020). Dolor pélvico. Manual MSD: Versión para profesionales. https://www.msdmanuals.com/es-co/professional/ginecolog%C3%ADa-y-obstetricia/s%C3%ADntomas-de-los-trastornos-ginecol%C3%B3gicos/dolor-pelvian

Cronkleton, E. (2021). Yoga for endometriosis: try these stretches to relieve pain. Healthline. https://www.healthline.com/health/fitness/yoga-for-endometriosis

Johnson, J. (2020). ¿Qué causa el dolor pélvico en las mujeres? Medical News Today. https://www.medicalnewstoday.com/articles/es/dolor-pelvico-en-las-mujeres

Johnson, T. (2021). 6 ways to ease your chronic pelvic pain. WebMD. https://www.webmd.com/women/guide/ease-chronic-pelvic-pain

MayoClinic. (2019a). Síntomas. Dolor pélvico. Causas. Mayo Clinic. https://www.mayoclinic.org/es-es/symptoms/pelvic-pain/basics/causes/sym-20050898

MayoClinic. (2019b). Dolor pélvico crónico en mujeres. Mayo Clinic. https://www.mayoclinic.org/es-es/diseases-conditions/chronic-pelvic-pain/symptoms-causes/syc-20354368

MayoClinic.(2020). Infección de las vías urinarias. Mayo Clinic. https://www.mayoclinic.org/es-es/diseases-conditions/urinary-tract-infection/symptoms-causes/syc-20353447

MayoClinic. (2021a). Enfermedad inflamatoria pélvica IEIP). Mayo Clinic. https://www.mayoclinic.org/es-es/diseases-conditions/pelvic-inflammatory-disease/symptoms-causes/syc-20352594

MayoClinic. (2021b). Cáncer de ovario. Mayo Clinic. https://www.mayoclinic.org/es-es/diseases-conditions/ovarian-cancer/symptoms-causes/syc-20375941

MedlinePlus. (2020). Dolor pélvico. MedlinePlus: Biblioteca Nacional de Medicina. https://medlineplus.gov/spanish/pelvicpain.html

NIH. (2015). Dolor pélvico: información sobre la enfermedad. National Institute of Child Health and Human Development. https://espanol.nichd.nih.gov/salud/temas/pelvicpain/informacion

Olsen, N. (2020). What to eat and what to avoid if you have endometriosis. Healthline. https://www.healthline.com/health/endometriosis/endometriosis-diet#foods-to-avoid

Seladi-Schulman, J. (2020). Pelvic pain when walking: 9 common causes. Healthline. https://www.healthline.com/health/pelvic-pain-when-walking#prevention

Achou esse artigo útil?
Compartilhe com seus amigos:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *