Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Lubrificação vaginal durante a menopausa

26 Setembro 2022

A lubrificação vaginal é um assunto sobre o qual não costumamos pensar. Só quando há um problema com ela é que nos damos conta da sua importância em nossa vida diária. 

Sabemos como pode ser difícil falar sobre isso. Portanto, contamos tudo sobre esse assunto, e orientamos quando você deve procurar ajuda. 

O que é lubrificação vaginal e para que serve? 

A lubrificação diária é produzida nas glândulas localizadas no colo do útero, o que mantém o tecido elástico e úmido. O fluído desce pela vagina, carregando células mortas. Este é o mecanismo que a mantém limpa. Da mesma forma, seu pH proporciona acidez à vagina, o que ajuda a prevenir infecções como a candidíase

Durante a excitação sexual, as chamadas glândulas de Bartholin (um par de glândulas produtoras de muco, localizadas a ambos os lados da entrada da vagina) produzem umidade extra para facilitar as relações sexuais e o orgasmo feminino (Women’s Health Concern, 2020). 

Fatores que diminuem a lubrificação vaginal 

Pode ser diminuída por certas doenças, causas hormonais e até mesmo por tratamentos médicos. Por exemplo (NHS, 2017): 

  • Menopausa. 
  • Amamentação. 
  • Uso de pílulas anticoncepcionais. 
  • Uso de medicamentos para depressão. 
  • Tratamentos contra o câncer. 
  • Cirurgia para remover o útero. 
  • Falta de excitação durante o ato sexual. 
  • Uso de sabonetes perfumados para lavar sua vagina por dentro e ao seu redor. 
  • Diabetes.

Por que a menopausa diminui a lubrificação vaginal? 

À medida que nos aproximamos da menopausa, podemos experimentar secura vaginal. Neste momento, o corpo produz menos hormônios sexuais.  Principalmente o estrogênio, que regula a produção de muco. Além disso, conforme este hormônio diminui, a vagina perde elasticidade e parte de sua espessura. Também é possível que as paredes vaginais fiquem inflamadas (ACOG, 2020). 

Efeito sobre a vida sexual 

A lubrificação vaginal é uma parte fundamental da sexualidade. No momento da excitação, a vagina se prepara e lubrifica para facilitar as relações sexuais. Isto ocorre naturalmente. Quando o mecanismo normal não ocorre, se conhece como secura vaginal (Baxter, n.d.). 

A secura pode causar um efeito dominó. Em outras palavras, quando uma mulher sente dor, ela pode ficar com medo de ter relações sexuais ou achar difícil a lubrificação em ocasiões posteriores, o que perpetua a diminuição da lubrificação vaginal. 

Em muitos casos, pode-se confundir com sintomas de doenças de transmissão sexual. Além disso, muitas vezes é bem difícil explicar ao parceiro a diminuição do desejo sexual que ocorre em relação a este problema. Isto pode afetar a saúde sexual, mas também a saúde emocional (Women’s Health Concern, 2020). 

Lubrificação vaginal durante a menopausa

Diminuição da lubrificação vaginal: sinais e sintomas 

A secura vaginal pode ser acompanhada por (NHS, 2017; Women’s Health Concern, 2020): 

  • Dor e prurido dentro e ao redor da vagina. 
  • Desconforto ou dor durante o ato sexual. 
  • Necessidade de urinar com mais frequência do que o normal. 
  • Continuidade das infecções do trato urinário. 
  • Dor ao sentar-se, caminhar, ficar em pé, fazer exercícios. 
  • Os exames vaginais podem ser mais dolorosos.

Recomendações para a redução dos sintomas 

Se você tem uma lubrificação vaginal reduzida, recomendamos (NHS, 2017): 

  • O uso de lubrificantes à base de água, antes das relações sexuais, ao redor e dentro da vagina. 
  • O uso de hidratantes vaginais de venda livre. 
  • Para limpeza, use sabonetes não perfumados e limpe ao redor da vagina. 
  • Dar tempo para os preliminares antes das relações sexuais. 
  • Não usar cremes, vaselina ou loções dentro da vagina.

Quando consultar um médico? 

Se você tentou todos esses métodos e sua secura vaginal não melhora, ou se você tiver secreções anormais, com cheiro fétido, sangramento durante a relação sexual ou sangramento esporádico, você deve consultar um profissional. Nunca use hormônios ou outros medicamentos se eles não tiverem sido prescritos, lembrando-se sempre que eles têm efeitos adversos e não são úteis em todos os casos (NHS, 2017). 

Basicamente, o problema da lubrificação vaginal pode afetar a qualidade de vida de qualquer mulher. É um dos sintomas mais temidos durante a menopausa. Mas há muitas opções para tratá-la. Não se esqueça de consultar seu médico se você tiver sintomas de infecção ou se este sintoma interfere em sua atividade normal.

Referências bibliográficas 

ACOG. (2020). Experiencing Vaginal Dryness? Here’s What You Need to Know. https://www.acog.org/womens-health/experts-and-stories/the-latest/experiencing-vaginal-dryness-heres-what-you-need-to-know#:~:text=After%20and%20around%20the%20time 

Baxter, R. (n.d.). Why is vaginal lubrication important for women? ISSM. https://www.issm.info/sexual-health-qa/why-is-vaginal-lubrication-important-for-women/#:~:text=For%20women%2C%20vaginal%20lubrication%20is 

NHS. (2017). Vaginal dryness. https://www.nhs.uk/conditions/vaginal-dryness/ 

Women’s Health Concern. (2020). Vaginal dryness. Retrieved. https://www.womens-health-concern.org/help-and-advice/factsheets/vaginal-dryness/#:~:text=The%20average%20age%20of%20the 

Achou esse artigo útil?
Compartilhe com seus amigos:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *