Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Nocturia e menopausa: Qual é a relação deles?

30 Maio 2022

A menopausa é uma etapa da vida que vem acompanhada de muitas mudanças, seja em nossa mente, rotinas e corpo. É por isso que é normal que surjam desconfortos ou sintomas da menopausa que não existiam antes, como a Nocturia. Você sabe o que é ou já aconteceu com você?

Para começar, a Nocturia não é mais do que um aumento da necessidade de urinar pela noite. Isto pode acontecer na menopausa por várias razões (Pauwaert, 2021):

  • Durante a menopausa ocorrem várias alterações hormonais, tais como uma diminuição dos estrogênios.
  • Isto causa mudanças anatômicas como a redução do tamanho da bexiga, o que obriga a uma menor retenção urinária.
  • Além disso, há um aumento na sede e no consumo de água, o que aumenta a produção de urina.
  • Outras causas possíveis incluem a presença de doenças crônicas, tais como a diabetes mellitus ou a hipertensão arterial.

Agora, embora este desconforto não aconteça com todas as mulheres na menopausa, é importante saber o que é e ser capaz de identificá-la. É por isso que hoje falaremos tudo sobre a Nocturia na menopausa.

Sintomas

O principal sintoma da Nocturia é o aumento da frequência urinária durante as noites, que por sua vez pode ser acompanhada por alterações na forma de urinar ou outros sintomas, tais como (Leslie, 2022):

  • Necessidade repetida de urinar que interrompe o sono.
  • Urina frequente, mas em pequenas quantidades.
  • Urgência urinária.
  • Sensação de esvaziamento incompleto.
  • Fluxo de urina fraco ou intermitente.
  • Necessidade de esforço adicional para iniciar ou manter o fluxo urinário.

Observe que alguns sintomas podem estar associados a doenças como a diabetes mellitus (Leslie, 2022).

Nocturia e menopausa: Qual é a relação deles?

Como a Nocturia afeta a qualidade de vida de uma mulher?

Uma das questões importantes desta condição, seja na menopausa ou em qualquer outro momento da vida de uma mulher, é que ela pode afetar profundamente a quantidade e a qualidade do sono (Bliwise, 2019).

Assim, é conhecido que a perturbação do sono é até 4 vezes mais comum que a dor (Bliwise, 2019). Além disso, quando o sono é perturbado, a percepção da qualidade de vida pode diminuir significativamente (Bliwise, 2019). Por esta razão, é muito importante tratar a Nocturia durante a menopausa e todas as causas que podem estar associadas com ela.

Como é tratada?

Para tratar este distúrbio da frequência urinária, é necessário primeiro identificar as causas. Assim, se for devida a doenças como a diabetes insípida, é necessário tratar a doença primária.

Entretanto, se estiver ocorrendo devido a alterações hormonais da menopausa, existem terapias de hormônios que ajudam a corrigi-la (Pauwaert, 2021).

Como pode ser prevenida?

Há alguns hábitos saudáveis e mudanças no estilo de vida que podem ser feitas em casa e que ajudam a prevenir e tratar o aumento da frequência urinária até certo ponto (LeWine, 2020; Pauwaert, 2021):

  • Mantenha-se hidratada durante o dia, mas reduza sua ingestão de líquidos pelo menos algumas horas antes de se deitar.
  • Esvazie sua bexiga pouco antes de dormir.
  • As bebidas com cafeína podem aumentar a vontade de ir ao banheiro, portanto, evite consumir essas bebidas à noite.
  • O consumo de álcool à noite também pode aumentar a frequência urinária.
  • Tente reduzir o consumo de sal em bebidas e alimentos.
  • Mantenha o mínimo de atividade física e tente perder peso, se for necessário.

Agora que você sabe o que é a Nocturia na menopausa e suas importantes implicações para o sono e sua qualidade de vida, não hesite em aplicar nossos conselhos se precisar e procure sempre a ajuda de um profissional de saúde.

Referências Bibliográficas 

Bliwise, D. L., Wagg, A., & Sand, P. K. (2019). Nocturia: A Highly Prevalent Disorder with Multifaceted Consequences. Urology, 133 (Supplement). https://doi.org/10.1016/j.urology.2019.07.005   

Leslie, S. W., Sajjad, H., & Singh, S. (2022). Nocturia. StatPearls Publishing. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK518987/  

LeWine, H. (2020). Full bladder wakes 2 in 3 women at night. Harvard Health Publishing. https://www.health.harvard.edu/blog/full-bladder-wakes-2-3-women-night-201412127585  

Pauwaert, K., Goessaert, A.-S., Ghijselings, L., Monaghan, T. F., Depypere, H., & Everaert, K. (2021). Nocturia through the menopausal transition and beyond: a narrative review. International Urogynecology Journal, 32(5), 1097–1106. https://doi.org/10.1007/s00192-020-04640-7   

Achou esse artigo útil?
Compartilhe com seus amigos:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *