Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Dicas para prevenir a queda de cabelo na menopausa

2 Maio 2022

Um dos problemas mais comuns chegando na menopausa é a queda de cabelo. Pode aparecer desde a perimenopausa (Perimenopausa é a fase que marca o fim da vida reprodutiva da mulher e antecede a menopausa. É a aproximação da última menstruação, por volta dos 50 anos, que acontece pela diminuição na produção de estrogênio) e afeta até dois terços das mulheres durante essa etapa, devido ao desequilíbrio hormonal que experimentam. Geralmente, a fase do crescimento fica mais curta e há menos cabelos, eles se tornam mais finos e quebradiços. Além disso, há uma perda progressiva do cabelo e uma maior visibilidade do couro cabeludo (NAMS, 2021).

Segundo um estudo publicado pelos Institutos Nacionais de Saúde (NIH, 2017), a queda de cabelo está frequentemente associada ao envelhecimento. O padrão nas mulheres é devido a mudanças hormonais durante a gravidez ou a menopausa. Geralmente caracteriza-se pelo afinamento do cabelo no couro cabeludo todo resultando uma queda difusa que ainda mantém a linha frontal do cabelo.

Descubra por que a menopausa predispõe a queda de cabelo e algumas dicas para evitar que aconteça.

Causa da queda de cabelo

A queda de cabelo durante a transição e a chegada da menopausa é um resultado direto e bem frequente do desequilíbrio hormonal. Nessa etapa, dois hormônios ficam envolvidos no crescimento do cabelo: o estrogênio e a testosterona, ao mesmo tempo que os hormônios femininos (estrogênios) diminuem, os hormônios masculinos (andrógenos) aumentam, então um deles, a testosterona, se torna predominante (Menopause Now, 2020).

Com níveis mais altos de testosterona, os folículos capilares reduzem o tamanho e adormecem mais cedo do que o normal, fazendo com que novos cabelos fiquem mais finos. Isto faz com que ela mude de textura, se tornando mais fraco e frágil, perdendo seu brilho e pigmento, resultando em cabelos grisalhos. Além de ter menos volume e densidade. Toda essa fragilidade acaba facilitando a queda (Menopause Now, 2020).

Dicas para evitar a queda de cabelo

Parar a queda progressiva e a queda pontual do cabelo durante a menopausa é possível com algumas medidas e ajustes em seu estilo de vida. Estes são os princípios básicos que são fundamentais para promover cabelos saudáveis nesta fase. Aqui estão seis dicas que vão ajudar você (Menopause Now, 2020; Cappelloni, 2019; Instituto de la menopausia, s.f,):

1. Mantenha uma dieta saudável

Manter uma alimentação equilibrada rica em proteínas e ácidos graxos essenciais, pode ajudar a aliviar e prevenir a queda de cabelo. Aumente sua ingestão de frutas, vegetais, grãos inteiros, nozes, salmão e atum. Estes alimentos possuem nutrientes que mantêm a fibra capilar. (Melhor com saúde, 2014).

2. Consuma vitaminas e minerais necessários para o cabelo

As vitaminas B encontradas em ovos e carnes, C em laranjas e brócolis, e E encontradas em alimentos como óleos vegetais de soja, milho e amêndoas aumentam os níveis de queratina, uma proteína básica do cabelo. Elas atuam como antioxidante e protegem contra danos à estrutura proteica do cabelo.

A vitamina A encontrada em frutas e legumes como cenouras, alface, espinafre, manga, entre outros, aumenta a regeneração celular. Isto pode ajudar a evitar que o cabelo se quebre e o mantém hidratado. Além disso, minerais como ferro, magnésio, cálcio e zinco melhoram a textura do cabelo. (Melhor com saúde, 2014).

3. Gerencie seus níveis de estresse

O controle de seus níveis de estresse impede um maior desequilíbrio hormonal e, com ele, uma menor produção de estrogênio. Os baixos níveis de estrogênio afetam a química cerebral e causam oscilações de humor, ansiedade e depressão. Estes sintomas podem acelerar a queda de cabelo. São recomendadas atividades de exercício e relaxamento, tais como ioga ou meditação.

4. Fique bem hidratada

Manter seu corpo hidratado o suficiente evita a queda e ressecamento dos cabelos. Aumente a ingestão de água e bebidas saudáveis para manter seu cabelo hidratado e forte. Ela também promove a circulação e a oxigenação das raízes. Evite sucos, refrigerantes e outras bebidas com alto teor de açúcar que podem enfraquecer o cabelo.

5. Use produtos naturais para estimular o crescimento do cabelo

Suplementos herbais e fitoterápicos tais como soja, COHOSH preto ou macafem funcionam como reguladores hormonais naturais. Além disso, o trevo vermelho e o lúpulo contêm antioxidantes que melhoram de forma abrangente o perfil lipídico do sangue e o metabolismo ósseo. Estes suplementos podem ajudar a deter a queda de cabelo e promover um cabelo saudável. Estas soluções alternativas alimentam seu couro cabeludo e promovem um crescimento do cabelo.

6. Escolha os cosméticos certos para o seu cabelo

Escolher os produtos cosméticos certos para o seu cabelo pode ajudar a evitar a queda do cabelo. Se você acostuma colorir seu cabelo, selecione uma cor natural sem produtos químicos artificiais. Use também shampoo e condicionador nutritivo para manter seu couro cabeludo saudável. Você pode optar por aqueles que incluem óleo de alecrim, aloe vera, chá verde, extrato de painço e biotina. Estes produtos nutrem seu cabelo e aumentam seu volume e brilho.

Durante a menopausa, a queda de cabelo é um sintoma comum de desequilibro hormonal. Para evitar seu progresso ou evitar que aconteça, é importante seguir dicas como melhorar sua dieta, consumir os nutrientes certos para seu cabelo e usar produtos que estimulem o crescimento natural.

Dicas para prevenir a queda de cabelo na menopausa

Tratamento para prevenir ou retardar a queda do cabelo

Existem alguns tratamentos eficazes para a perda do cabelo. Estes podem prevenir ou, pelo menos, retardar a queda do cabelo com medicamentos, terapias e melhor qualidade de vida, sempre acompanhados de aconselhamento médico. Os tratamentos médicos não são adequados para todos, cada um deles tem indicações específicas. Os tratamentos incluem (NAMS, 2021; NIH, 2017):

  • Aplicação diária de minoxidil tópico 5% por pelo menos três meses antes que os resultados sejam perceptíveis. Isto promove o crescimento do cabelo e diminui a taxa de queda do cabelo.
  • Finasterida, um inibidor da 5-alfarredutase (a enzima que converte a testosterona em di-hidrotestosterona) que ajuda o crescimento de novos cabelos. É aprovado pela FDA para queda do cabelo nos homens, mas pode ser eficaz nas mulheres também, embora seja em doses mais elevadas.
  • Outros medicamentos orais para estimular o crescimento do cabelo como espironolactona e dutasterida oral.
  • As terapias de injeção de plasma rico em plaquetas. Estes ajudam a regenerar tecido, melhorando a circulação no couro cabeludo e prolongando a saúde e o crescimento do cabelo.
  • Terapia a laser. O uso do laser ultravioleta tem um efeito positivo que melhora o tamanho do cabelo e, se é feito continuamente, pode manter o crescimento.
  • Uma melhor qualidade de vida. Ter hábitos saudáveis pode reduzir os níveis de estresse, ansiedade e depressão. Isto ajuda a prevenir a queda do cabelo e a manter a saúde do couro cabeludo.

Sinais de advertência que podem indicar que a queda do cabelo não é normal

É normal que o couro cabeludo perca de 50 a 100 cabelos por dia, que estão sendo constantemente regenerados. Entretanto, na menopausa, a queda de cabelo pode aumentar. Alguns sinais indicarão que a queda de cabelo não é mais normal que você deve procurar atendimento médico. Estes são (Menopause Now, 2020; Instituto de la menopausia, s.f.):

  • Alopecia areata, na qual o sistema imunológico ataca os folículos capilares. É uma condição que causa manchas redondas de queda de cabelo que pode levar à calvície total.
  • Dor ou coceira no couro cabeludo.
  • Pele irritada e escamosa no couro cabeludo.
  • Queda repentina e excessiva do cabelo antes dos 45 anos de idade.
  • Perda de cabelo em um padrão atípico, como em manchas ou tufos ao penteá-lo ou lavá-lo.

A queda de cabelo pode aparecer tão cedo quanto a perimenopausa devido a mudanças nas flutuações hormonais da menopausa. Para preveni-la, é importante ter hábitos saudáveis como uma dieta equilibrada, controlar o estresse, boa hidratação, entre outros que ajudarão você a cuidar da sua saúde capilar. Use produtos naturais para estimular o crescimento e escolha os cosméticos certos para nutrir e fortalecer seu cabelo.

 

Referências

Cappelloni, L. (2019, 1 de abril). Menopause Hair Loss Prevention. Healthline. https://www.healthline.com/health/menopause/hair-loss

Instituto de la menopausia. (s.f.). O que acontece com o cabelo na menopausa? https://www.institutodelamenopausia.com/divulgacion/consejos/belleza-y-peso/que-pasa-con-el-cabello-en-la-menopausia

Institutos Nacionales de Salud (NIH). (2017, 28 de agosto). Alopecia areata. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5573125/

Menopause Now. (2020, 26 de novembro). Queda de cabelo. https://www.menopausenow.com/es/caida-de-cabello

Mejor con salud. (2014, 19 de decembro). 7 alimentos para prevenir a queda de cabelo. https://mejorconsalud.as.com/7-alimentos-para-prevenir-la-perdida-de-cabello/

The North American Menopause Society. (NAMS). (2021, 22 de setembro). New Therapies Offer Hope for Minimizing Hair Loss in Midlife Women. https://www.menopause.org/docs/default-source/press-release/hair-loss-in-midlife-women.pdf

Achou esse artigo útil?
Compartilhe com seus amigos:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *