Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Síndrome do cólon irritável, está relacionada com a menopausa?

25 Agosto 2022

Sabemos que a menopausa não é um processo fácil. Além de seus sintomas desconfortáveis, às vezes é acompanhado de doenças que se agravam ou aparecem durante este período. A síndrome do cólon irritável é uma delas.

Queremos acompanhá-la em seu processo. É por isso que explicamos tudo sobre esta doença e como lidar com ela com a melhor atitude.

O que é a síndrome do cólon irritável?

É uma desordem comum do sistema gastrointestinal, que afeta especificamente o intestino grosso (cólon). Na América do Sul, cerca de 2 em cada 10 pessoas sofrem com isso. Esta é a população mais afetada do mundo (Alvarado et al., 2015).

É uma doença crônica. Também é muito difícil tratar e diagnosticar, seus sintomas podem ser somente aliviados (Lenhart, 2020).

Emoções, dieta, alguns medicamentos e hormônios podem agravar os sintomas. Às vezes é desencadeada por contrações musculares anormais (aceleradas ou diminuídas). Assim como infecções, vírus e bactérias (Moleski, 2020).

Fatores de risco para a síndrome do cólon irritável

Embora não seja conhecida uma causa específica, é mais comum em pessoas com as seguintes características (Moleski, 2020):

  • Idade menor do que de 50 anos.
  • Mulheres, durante a menopausa.
  • História dos membros da família que sofrem com isso.
  • Ansiedade, depressão ou outra doença de saúde mental.
  • História de abuso físico e sexual.
  • Alimentos como trigo, produtos lácteos, frutas cítricas, feijão, repolho, leite e bebidas carbonatadas.
  • Intolerância alimentar e alergias.
  • Estresse.

Por que o risco de síndrome do cólon irritável aumenta durante a menopausa?

Desde a perimenopausa, há uma diminuição dos hormônios sexuais (progesterona e estrogênio). Estes regulam os ciclos menstruais, assim como muitas funções cerebrais e nervosas (Lenhart, 2020).

Embora ainda não esteja claro como, os baixos níveis de estrogênio têm demonstrado causar mudanças nos movimentos intestinais. Isto aumenta os sintomas do cólon irritável. Eles também aumentam a sensibilidade do corpo à dor e à distensão intestinal (Lenhart, 2020).

Síndrome do cólon irritável, está relacionada com a menopausa?

Sinais e sintomas da síndrome do cólon irritável

Elas variam de pessoa para pessoa, e frequentemente persistem com o tempo, com mudanças esporádicas e início súbito dos sintomas. As mais comuns são (Mayo Clinic, 2021):

  • Dor no estômago, cólicos, repleção, distensão, cãibras e inchaço no abdômen relacionado com os movimentos intestinais.
  • Mudanças na aparência dos movimentos intestinais (líquido, grumoso, duro).
  • Mudança na frequência dos movimentos intestinais (diarreia, constipação intestinal).

Diagnóstico

Seu médico fará testes para descartar outras condições do cólon, tais como constipação crônica, câncer, colite ou infecções. Isto é feito por exames de sangue, colonoscopia, procura de sangue nas fezes, ultrassom e raios-X (Moleski, 2020).

Se nenhuma outra causa for encontrada, ela é classificada segundo os sintomas e características do ritmo das fezes dos últimos 3 meses (Moleski, 2020).

Complicações da síndrome do cólon irritável

As principais são (Mayo Clinic, 2021; MedlinePlus, 2021):

  • Hemorroidas.
  • Má qualidade de vida.
  • Diminuição do desempenho no trabalho.
  • Depressão.
  • Ansiedade.
  • Impossibilidade de viajar e participar de eventos sociais.

Terapias para aliviar os sintomas

Existem medicamentos que podem trazer melhorias em algumas pessoas. No entanto, nem todas as medicações funcionam em todos os casos. Antes de tomar qualquer tratamento, mesmo que seja de venda livre, você deve ser avaliado por um médico. Ele ou ela indicará o gerenciamento apropriado (MedlinePlus, 2021).

As mudanças no estilo de vida podem alcançar o alívio dos sintomas, como por exemplo (MedlinePlus, 2021; NIDDK, 2017):

  • Exercitar-se regularmente.
  • Melhorar os hábitos de sono.
  • Alimentação saudável: evitar cafeína, chá ou bebidas carbonatadas, e comer pequenas refeições.
  • Em alguns casos, o aumento da ingestão de fibras pode aliviar a constipação, mas também pode aumentar o inchaço.
  • Terapia cognitiva comportamental, que se concentra em ajudar a mudar os padrões de pensamento e comportamento para melhorar os sintomas.
  • Hipnoterapia orientada para o intestino. Um terapeuta usa um estado de transe onde você está relaxada ou concentrada.
  • Treinamento de relaxamento, que pode ajudar a aliviar a tensão nos músculos ou reduzir o estresse.

Podemos concluir que a síndrome do cólon irritável pode ser incapacitante e difícil de lidar. No entanto, o maior obstáculo continua sendo a falta de diagnóstico oportuno. O conhecimento sobre este problema dá a oportunidade de fazer mudanças para ajudar a controlá-lo, especialmente durante a menopausa. Portanto, se você tiver sintomas, não hesite em consultar seu médico.

Referências Bibliográficas 

Alvarado, J.; Otero, W.; Jaramillo-Santos, M. A.; Roa B., P. A.; Puentes L., G. A.; Jiménez F., A. M.; Grillo A., C. F.; Pardo, R.; y Sabbagh, L. (2015). Guía de práctica clínica para el diagnóstico y tratamiento del síndrome de intestino irritable en población adulta.  Asociaciones Colombianas de Gastroenterología Endoscopia digestiva, Coloproctología y Hepatología https://www.gastrocol.com/wp-content/uploads/2020/04/5-intestino-irritable_FINAL.pdf 

Lenhart, A.; Naliboff, B.; Shih, W.; Gupta, A.; Tillisch, K.; Liu, C.; Mayer, E. A.; & Chang, L. (2020). Postmenopausal women with irritable bowel syndrome (IBS) have more severe symptoms than premenopausal women with IBS. Neurogastroenterology & Motility, 32(10). https://europepmc.org/backend/ptpmcrender.fcgi?accid=PMC7529855&blobtype=pdf 

Mayo Clinic. (2021). Síndrome de intestino irritable. https://www.mayoclinic.org/es-es/diseases-conditions/irritable-bowel-syndrome/symptoms-causes/syc-20360016 

MedlinePlus (2021). Síndrome del intestino irritable https://medlineplus.gov/spanish/ency/article/000246.htm 

Moleski, S. (2020). Síndrome del intestino irritable (IBS). Manual MSD Versión Para Profesionales. https://www.msdmanuals.com/es-es/professional/trastornos-gastrointestinales/s%C3%ADndrome-del-intestino-irritable-ibs/s%C3%ADndrome-del-intestino-irritable-ibs?query=S%C3%ADndrome%20del%20intestino%20irritable#v896587_es 

NIDDK. (2017). Tratamiento para el síndrome de intestino irritable https://www.niddk.nih.gov/health-information/informacion-de-la-salud/enfermedades-digestivas/sindrome-intestino-irritable/tratamiento 

Achou esse artigo útil?
Compartilhe com seus amigos:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *